Promoção!

Ser Músico em Portugal [Prémio SPCE 2016]

17.90 16.11

REF: 9789898557889 Categoria: Etiqueta:

O livro corresponde à adaptação do capítulo final, sobre a formação dos artistas portugueses. Propõe uma análise histórica das trajetórias dos músicos que se distinguiram no país, no período compreendido entre os finais do século XIX e inícios do século XX. Nessa época, encontramos o campo musical em expansão, nomeadamente com a criação da figura do músico-intelectual, a entrada das mulheres no mercado de trabalho artístico, e a escalada da procura do ensino musical. Discute-se, entre outros aspetos, a tensão verificada entre a formação escolar (nos Conservatórios, principalmente) e a tradicional (e extremamente eficaz) formação familiar.

“Só alguns aprendem a cantar, tocar um instrumento, compor. Se tal acontecesse não por uma decorrência natural ou por um processo social complexo, mas por uma ideia profundamente enraizada na sociedade moderna? E se, no íntimo deste facto natural, estivesse a ideia de que o ensino musical se dirige aos… génios? Como dizia Louis Vax, face ao que toca no âmago do nosso imaginário somos, no fundo, “céticos às nove horas, crédulos à meia-noite” (cit. Legros, Monneyron, Renard & Tacussel, 2007, p. 117).
Esta suspeita parte da interrogação de alguém que, ao iniciar esta investigação, apenas dispunha de uma vaga imagem do ensino especializado de música. Ao colocar a pesquisa
num prisma histórico, percebi como as grandes linhas que estabelecem este setor educativo em Portugal foram debatidas e consolidadas no período que decorreu entre 1868 e 1930.”

Ler Excerto do Livro
  • CAPÍTULO I
  • CAPÍTULO II
  • CAPÍTULO III
  • CAPÍTULO IV
  • CAPÍTULO V

Trajetórias e modalidades de ação

Tema e cronologia Objeto e problema Teoria e conceitos Fontes e metodologia Na senda do génio

Familiaridade: herdeiros e debutantes

Clãs e casais musicais Família-artista: os Sá e Costa Filho pródigo: Viana da Mota Fraternidade musical: as Suggia

Institucionalidade: os filhos de ninguém

Órfãos: desafortunados e casapianos Autodidatas ‘Sem rótulo’

Exterioridade: formação final no estrangeiro

Filhos pródigos de uma terra sem música: pensionistas do Conservatório Do Conservatório para o estrangeiro De outra escola para o estrangeiro Familiaridade, afinal

Género e comprometimento

Mulheres musicistas e vínculo profissional Para um ethos do músico intelectual

ISBN: 9789898557889 | Abril 2018 | Nº de páginas: 160 pp | PVP 17,90€

Autora

Ana Luísa Fernandes Paz

Informação adicional

Peso 320 g
Dimensões (C x L x A) 230 x 165 x 10 mm

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Ser Músico em Portugal [Prémio SPCE 2016]”

Também pode gostar…