12

Avaliação em Educação: Politicas, Processos e Práticas

Categoria:

No campo da educação, a avaliação tem vindo a adquirir uma significativa centralidade tanto ao nível dos discursos quanto das práticas, podendo assumir-se como objeto de ambições emancipa­tórias dos sujeitos e das comunidades ou como mecanismo de conformidade e reprodução. De facto, a avaliação tem sido intersetada por man­datos diversos e até mesmo antagónicos, resul­tando frequentemente num ideal, como solução para todos os problemas com que os sistemas de educação e formação se deparam.

Num tempo em que o estatuto da educação e da escola está profundamente reconfigurado, fruto das persistentes mudanças que perpassam o edifício legislativo, e mesmo o social, é notório o predomínio das lógicas da eficácia, eficiência e performatividade sobre as lógicas humanista e emancipatória que deviam nortear as práticas de educação e formação, o que nos compele a refletir sobre as implicações do primado da racionalidade positivista sobre o primado da racionalidade crítica na avaliação.

Envolvendo distintas perspetivas e diferentes olhares, esta obra enquadra-se nessa reflexão e pretende contribuir para que a avaliação se confi­gure num espaço privilegiado de produção de novas formas de pensar e de agir em educação, logo num esteio de dialogicidade. Para concre­tizar tais propósitos, e sem qualquer pretensão de esgotar esta problemática, a obra integra um conjunto de textos que (re)interrogam a ativida­de avaliativa, quer no que se refere às políticas, quer aos processos, quer, ainda, às práticas de educação e formação.

  • PARTE I
  • PARTE II
  • PARTE III
  • PARTE IV

PARTE I

Currículo, aprendizagem e avaliação: questionamentos à luz das políticas de educação e formação?

José Augusto Pacheco

Questões do currículo e da aprendizagem ao longo da vida: pluralidade de contextos e de visões

Ana Maria Costa e Silva

O comparativismo avaliador e a teoria da modernização revisitada

Almerindo Janela Afonso

Políticas educativas e avaliação do desempenho docente: as teias de uma problemática

José Carlos Morgado & Esmeralda Carvalho

Legitimação política e conceções de educação de adultos na política pública (1999-2010): hibridismo de uma estratégia

Paula Guimarães

PARTE II

Aprendizagem ao longo da vida e avaliação do desempenho profissional

Maria Isabel da Cunha

Subsídios teórico-conceptuais para problematizar a avaliação das aprendizagens experienciais dos adultos

Rosanna Barros

Complexidade da avaliação de adquiridos experienciais

Carmen Cavaco

Processos e métodos para a validação das aprendizagens adquiridas pela experiência

Maria Palmira Alves

PARTE III

Quando a avaliação interroga os adquiridos da experiência: paradoxos à procura de referenciais

Gérard Figari & Marie-Christine Presse

Avaliação em ambientes online: desafios e oportunidades

Clara Pereira Coutinho/ Eliana Santana Lisbôa

Projeto e avaliação: interfaces à procura de sentidos na ação educativa

Isabel Carvalho Viana

Estágio curricular em Artes Visuais: uma experiência com a educação de jovens e adultos

Sílvia Sell Duarte Pillotto

PARTE IV

As quatro idades do currículo

Cândido Varela de Freitas

Nº de páginas: 344 pp | PVP 24,80€

Organizadores

Maria Palmira Carlos Alves | José Carlos Morgado 

Informação adicional

Peso 400 g

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Avaliação em Educação: Politicas, Processos e Práticas”